Vigilância Sanitária já interditou 40 estabelecimentos

Bares e restaurantes autuados não seguiram normas sanitárias vigentes para manter o funcionamento durante a pandemia. No total, 779 foram vistoriados

Vigilância Sanitária já interditou 40 estabelecimentos
A Vigilância Sanitária orienta a população a evitar ambientes com aglomeração e locais com pouca ventilação, utilizar a máscara de forma correta e usar álcool gel, além de observar se o estabelecimento segue os protocolos de segurança sanitária | Foto: Divulgação/Agência Saúde-DF

De janeiro a abril deste ano, a Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa) da Secretaria de Saúde vistoriou 779 bares e restaurantes, dos quais 175 foram autuados e 40 interditados. Os estabelecimentos que foram fechados ofereciam risco à saúde tanto dos trabalhadores quanto dos frequentadores. A multa, em caso de autuação, varia de R$ 2 mil a R$ 20 mil.

As principais irregularidades encontradas foram aglomeração, circulação de pessoas sem o uso de máscaras e condições precárias de higiene

A Vigilância Sanitária continua realizando ações fiscais em todo o Distrito Federal para verificar o cumprimento do decreto do governo local. Durante a fiscalização, são verificados os protocolos de segurança e as medidas de prevenção de transmissão da covid-19.

O Governo do Distrito Federal (GDF)  ampliou o horário de funcionamento de bares e restaurantes, que passaram a funcionar das 11h às 23h. Segundo a gerente de fiscalização da Vigilância Sanitária, Márcia Olivé, as ações ocorrem diariamente, principalmente no período noturno. “Dessas, 30% são realizadas para atender as denúncias encaminhadas pela Ouvidoria do GDF”, informa.

Segundo a gerente, “as principais irregularidades encontradas foram aglomeração, circulação de pessoas sem o uso de máscaras e condições precárias de higiene”.

Cuidados

A Vigilância Sanitária orienta a população a evitar ambientes com aglomeração e locais com pouca ventilação, além de utilizar sempre a máscara de forma correta, fazer uso de álcool gel para higienizar as mãos e observar se o estabelecimento segue os demais protocolos de segurança sanitária.

Caso os cidadãos constatem irregularidades em estabelecimentos podem efetuar denúncias pelo telefone 162 ou pela internet via OUV-DF.

*Com informações da Secretaria de Saúde