Universo/Brasília bate Botafogo e conquista primeira vitória no NBB

0

No Ginásio da Asceb, equipe brasiliense vence por 82 x 64 e escapa da lanterna da competição após seis derrotas seguidas
João Romariz*

postado em 14/11/2018 23:50 / atualizado em 15/11/2018 00:02
FACEBOOK GOOGLE+ TWITTER
Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press
O ala norte-americano Zach Graham foi o cestinha da partida, com 22 pontos marcados

Após seis derrotas consecutivas, o Universo/Brasília triunfou pela primeira vez no Novo Basquete Brasil (NBB). Nesta quarta-feira (14/11), mais de 850 pessoas acompanharam o emocionante jogo no Ginásio da Asceb. Em duelo contra o Botafogo, sexto colocado (quatro vitórias e três derrotas), o time da capital do país se destacou pela forte defesa e bom aproveitamento ofensivo, vencendo por 82 x 64 e deixando para trás a lanterna da competição – agora, ocupa a 13ª posição entre 14 concorrentes. O último colocado é o Cearense, enquanto o Franca lidera o torneio.

O início da partida foi marcado pela preocupação em cima do ala Pedro, um dos destaques do time candango, que sofreu uma lesão no joelho e foi obrigado a deixar a quadra. O time brasiliense, no entanto, não se abalou com a ausência do camisa 10, converteu quatro bolas de três pontos e abriu boa vantagem no marcador: 16 x 11. Rafa Moreira, que substituiu Pedro, entrou bem no jogo e contribuiu para a equipe mandante encerrar o primeiro quarto à frente: 21 x 16.

Na segunda parcial, as duas equipes continuaram apresentando bastante erros, como no início do duelo, mas o Botafogo tinha pior rendimento. Ricky Sánchez assumiu a responsabilidade pelo Brasília e liderou o time em quadra, convertendo arremessos importantes de longa e média distâncias. O porto-riquenho encerrou o primeiro tempo como o cestinha dos donos da casa, com 12 pontos, uma assistência e uma bola roubada. Pela equipe carioca, o destaque era Ansaloni, com 13 pontos e uma assistência. No intervalo do duelo, vantagem para os mandantes por 37 x 29.

No terceiro quarto, Brasília começou em ritmo intenso e abriu vantagem de 16 pontos, embalado principalmente por Zach Graham, que despertou na partida. Ao fim da parcial, o norte-americano tinha 13 pontos. Nos últimos minutos da etapa, no entanto, o Botafogo reagiu, fortaleceu a defesa, forçou erros dos rivais e melhorou o rendimento ofensivo. No fechamento da etapa, o placar marcava 61 x 50, mantendo viva a esperança da equipe carioca.

No período decisivo, empurrado pelo entusiasmo da torcida, os donos da casa brecaram a reação do Botafogo e voltaram a dominar o duelo. Apesar da persistência das falhas nos dois lados da quadra, Zach Graham manteve o domínio candango e conduziu a equipe brasiliense à primeira vitória. “Sinto-me ótimo pelo resultado. Finalmente, vencemos o primeiro jogo. Trabalhamos duro nos últimos dias, como nunca antes. Estou adorando a cidade de Brasília e temos ainda muito o que conquistar”, disse o norte-americano.

Ricky Sánchez também festejou o primeiro triunfo do time. “A gente precisava dessa vitória e agora é só crescer. O time apresentou um belo basquete, notável evolução”, disse o pivô venezuelano. “Estamos muito contentes com essa vitória, estávamos precisando e a defesa foi muito forte. Esses 12 dias de treinamento nos ajudaram muito a conquistar esse resultado”, completou o armador Nezinho, capitão do time candango.

O Universo/Brasília volta à ação na próxima quarta-feira (21/11), contra o Pinheiros, às 20h, em São Paulo. O Botafogo vai encarar o Basquete Cearense, na sexta-feira (16/11).

Deixe o seu comentário