UnB suspende aulas e outras atividades por 15 dias

0

A reitora e o vice-reitor da Universidade de Brasília divulgaram um comunicado, neste sábado, no qual dizem que a suspensão foi prorrogada

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

LILIAN TAHAN
lilian.tahan@metropoles.com

ISADORA TEIXEIRA
isadora.teixeira@metropoles.com
14/03/2020 18:12,
ATUALIZADO 14/03/2020 18:14

As aulas e atividades administrativas presenciais da Universidade de Brasília (UnB) serão suspensas por 15 dias, a partir desta segunda-feira (16/03). A medida, anunciada neste sábado (14/03) pela reitora da UnB, Márcia Abrahão Moura, e o vice-reitor, Enrique Huelva, faz parte do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

A prorrogação do período em que ficarão parados estes serviços da UnB é compatível com o novo decreto do GDF, que antecipa as férias escolares de julho para ampliar o prazo de suspensão das aulas da rede pública.

Segundo a UnB, vão ser mantidas apenas atividades de segurança e outras consideradas essenciais. Os trabalhos acadêmicos poderão ser substituídos por exercícios domiciliares, com orientação dos decanatos de Ensino de Graduação (DEG), Pós-Graduação (DPG) e com supervisão das unidades acadêmicas.

O comunicado da Reitoria diz que não há, neste momento, previsão para alterar o calendário acadêmico. A UnB ressaltou que, sempre que possível, as atividades administrativas deverão ser realizadas de maneira remota.

“Nos próximos dias, a Administração Superior da UnB avaliará o impacto dessa suspensão e a necessidade de medidas adicionais, em diálogo com o Comitê Gestor do Plano de Contingência em Saúde do Covid-19 da UnB e com os diretores das unidades acadêmicas”, informou a nota.

A Resolução nº 0011/2020 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e o Ato da Reitoria nº 0392/2020, ambos de quinta-feira (12/03), estabelecem que a suspensão das atividades duraria conforme vigência do decreto do GDF, de quarta-feira (11/03), que suspendeu as aulas e aglomerações por cinco dias. Neste sábado, um novo ato do Executivo local prorrogou a medida.

O DF tem oito casos confirmados do novo coronavírus e 116 em investigação. Os números foram atualizados, na tarde deste sábado (14/03), pela Secretaria de Saúde do DF.

Deixe o seu comentário