Professora deseja ‘morte dolorosa’ por coronavírus a alunos que jogavam bola

0

Na semana passada uma mulher foi flagrada enquanto gritava a jovens que jogavam futebol em um parque nos Estados Unidos para que eles tivessem “uma morte longa e dolorosa”.

O vídeo viralizou na internet e o jornal “The Trentonian” a identificou como Nicole Griggs, professora de matemática da Steinert High School, em Hamilton, Nova Jersey (EUA).

Aluno de Steinert, um dos adolescentes explicou que ele e alguns colegas jogavam futebol na quadra quando ela apareceu para adverti-los. Enquanto levavam uma bronca, um dos adolescente fimou o acontecimento e enviou aos colegas.

Após o fato, outra aluna de Steinert postou o vídeo no TikTok, rede social que vem fazendo sucesso durante a quarentena, com a legenda “Galera, a senhora Griggs está perdendo a cabeça, como ela pode ser uma professora? #coronavírus”.

No vídeo é possível ver que a professora está passeando com seu cachorro e parece preocupada com os alunos. Ela diz que os parques estão fechados por causa do surto de Covid-19. Griggs, pergunta então se eles precisam que ela grite com os meninos“alto o suficiente para que vocês possam me ouvir com essa música. Parques fechados. Vocês serão presos se a polícia vier”.

A professora explica que não se importa se os alunos postarem o vídeo. “Parques fechados. Toda a região. Metam isso na cabeça. Vocês são a razão pela qual estamos nessa situação. Vocês são o problema, não a solução. Vai em frente, continua gravando. Para quem você vai mostrar? Me coloque nas redes sociais. Vocês são idiotas fazendo a coisa errada. Eu só estou tentando salvar a vida de vocês. Mas morram, tudo bem. Espero que vocês peguem o coronavírus. Espero que vocês tenham uma morte longa e dolorosa”.

A professora não retornou o contato que o jornal tentou fazer ao seu telefone. Segundo o jornal essa não é a primeira vez que ela tem uma atitude como esta.

Griggs tem uma página no Facebook com o pseudônimo Nikki Leigh. Lá, ela escreveu “Estamos cercados por idiotas! Andamos de bicicleta perto de Kuser Park esta tarde e o que vimos: um casal mais jovem com sua filha, talvez com 2/3 anos de idade, tirando a fita isolante em volta do trepa-trepa para que ela pudesse brincar. Eu os chamei, desejei que eles ficassem doentes e comentei que era assustador pensar que eles eram pais. A resposta deles: ‘Nós vamos colocar de volta’”.

Um dos alunos disse que ficou surpreso com a reação da professora. “Quando ela disse isso, fiquei chocado. Eu não imaginei que alguém diria algo assim, especialmente um professor. Ela deveria ser mais inteligente com as palavras”.

o prefeito de Hamilton, Jeff Martin, também comentou o caso. “Ninguém deveria estar desejando morte ou dano às pessoas. Isso é uma coisa muito séria. Temos pelo menos 50 pessoas que realmente morreram por isso, 50 famílias. Não é algo para brincar. Professor ou não, é inaceitável”, disse ele ao “The Trentonian”.

Deixe o seu comentário