“Minha vida já mudou muito”, diz Leyllane Carla, brasiliense no The Voice

0

Leyllane Carla, de Planaltina (DF), conquistou os quatro jurados na audição, no programa exibido na última quinta-feira

ATUALIZADO 28/10/2020 20:20

Leylane Carla - The Voice BrasilREPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Desde a última quinta-feira (22/10), quando surgiu no palco do The Voice Brasil, entregando uma performance aprovada por todos os jurados, a vida da brasiliense Leyllane Carla, de 28 anos, mudou bastante. Andar pelas ruas de Planaltina (DF), onde nasceu e foi criada, por exemplo, não é mais uma tarefa tão simples.

Por onde passa, todos querem tirar uma foto ou guardar um autógrafo, confiantes de que seu desempenho nas audições fará com que ela chegue longe — no reality e na carreira, de modo geral. “Eu não consigo nem explicar, está sendo um momento muito especial da minha vida”, contou Leyllane ao Metrópoles.

Ao cantar Respeita As Mina, sucesso de Kell Smith, a cantora fez com que todos os treinadores virassem a cadeira e fizessem elogios à sua voz. “Achei você maravilhosa”, afirmou Iza. Ela, no fim, escolheu Lulu Santos, que bloqueou Michel Teló, para ter mais chances de ficar com a jovem em seu time.

“Ver todas as cadeiras virarem foi a sensação mais incrível do mundo, pois eu não esperava por isso, achei que no máximo um jurado me escolheria. Mas a atitude do Lulu me emocionou, mostrou que ele queria muito estar comigo. E eu o vejo como o técnico mais experiente, acredito que ele tem muito a me oferecer”, justificou Leyllane.

1

A jovem, de 28 anos, começou a cantar aos 3 anos na igreja, e o faz profissionalmente desde os 10. Atualmente, tem cantado em bares da capital e ministrado aulas particulares de canto e técnicas vocais. Nos últimos meses, no entanto, decidiu que era hora de dar um passo maior na carreira e resolveu se inscrever no programa.

“Eu sempre achei o programa muito bacana e, graças a Deus, deu certo na primeira tentativa. Para mim, é um sonho sendo realizado, minha chance de mostrar meu talento pro mundo”, contou.

Durante sua participação, da qual se mantém atenta para não dar muitos spoilers, Leyllane promete explorar, junto à mentoria de Lulu, um repertório variado, inspirado em várias de suas referências artísticas. “Minha música tem influências tanto nacionais como internacional. Mariah Carey, por exemplo, eu ouço desde pequena. Mas também tem Beyoncé, Iza, Anitta e Priscila Alcântara”, elenca.

Apesar de muita coisa ter mudado em apenas sete dias, Leylane tem planos grandes para o futuro. “As minhas expectativas após o The Voice Brasil são as melhores possíveis, mas já estou aproveitando para buscar visibilidade para minha carreira. Quero que minha vida mude cada vez mais. Que mais oportunidades venham e agreguem àquelas que já estão surgindo”, completou a cantora.

Deixe o seu comentário