Jovem que comeu páginas da Bíblia e matou mãe diz não acreditar no que fez

0

Ele alega que teve um surto psicótico e fez cortes no peito e na barriga da mãe, com a explicação de que a curaria de um câncer

ATUALIZADO 17/11/2020 17:50

Paulo Henrique da Silva Faria, de 23 anos, ainda não consegue acreditar que matou a mãe, Paula Valéria Foto:ARQUIVO PESSOAL
Quase quatro meses após sofrer um surto psicótico e matar a própria mãe, com cortes no peito e na barriga, Paulo Henrique da Silva Faria, de 23 anos, ainda não consegue acreditar no que fez. O caso ocorreu em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Preso numa unidade prisional comum, a família conta que o jovem ainda não tem data para ser transferido para um presídio psiquiátrico, mesmo tendo um laudo médico apontando a doença mental.

Paulo Henrique matou a mãe, Paula Valéria da Silva Faria, de 40 anos, depois de comer folhas da Bíblia e dizer que ia curá-la de um câncer em seu peito. O jovem repetiu esse comportamento por duas semanas e a família chegou a buscar ajuda médica, por algumas vezes. Porém, não conseguiram internar o rapaz.

Confira a matéria completa no site O São Gonçalo, parceiro do Metrópoles.

Deixe o seu comentário