Ibaneis libera exposições e reinaugura Museu de Arte de Brasília

0

As atividades dos estabelecimentos e das exibições estavam suspensas, desde 28 de fevereiro, devido às medidas de restrição do novo coronavírus

EH
Edis Henrique Peres
postado em 21/04/2021 16:18 / atualizado em 21/04/2021 16:26
 (crédito: Renato Alves/Agência Brasília)
(crédito: Renato Alves/Agência Brasília)

governo do Distrito Federal (GDF), Ibaneis Rocha (MDB), decidiu, na noite desta terça-feira (20/4), permitir o funcionamento de museus e a realização de exposições de arte em Brasília. A flexibilização foi publicada no Diário Oficial do DF e estabelece alguns protocolos de segurança a serem seguidos (confira a lista abaixo).

O funcionamento do segmento está suspenso desde 28 de fevereiro devido às medidas de restrição para a prevenção da covid-19.

Além dos museus e exposições artísticas, Ibaneis também autorizou eventos culturais em estacionamentos, em formato drive-in, desde que seja seguido a distância mínima de dois metros entre cada veículo estacionado. Teatros e cinemas também estão liberados se seguirem as medidas de distanciamento.

Reinauguração do Museu de Arte

Para comemorar o aniversário de 61 anos da capital do país, o chefe do executivo local reinaugurou, na tarde desta quarta-feira (21/4), o Museu de Arte de Brasília (MAB). Ibaneis usou sua conta do Twitter para ressaltar que quem ama Brasília, também ama e luta por sua cultura.

“O MAB ficou 14 anos fechado e abandonado. Um espaço valioso da nossa cultura e que é abrigo de milhares de obras, inclusive de artistas renomados como Tarsila do Amaral, e nomes que são orgulho de Brasília, como Glênio Bianchetti”, disse o governador.

Durante o evento, o titular do palácio do Buriti acrescentou que Brasília estava “se ressentindo da falta do MAB, pois são 2 mil obras expostas aqui e é uma excelente oportunidade para os artistas”. Ibaneis também afirmou que a estrutura foi renovada com acessibilidade e que houve melhorias nos gramados e calçadas da região.

Normas para funcionamento:

  • Garantir que, no local do evento, haja ampla divulgação, com informações claras, concisas e precisas sobre as medidas obrigatórias de proteção e os perigos inerentes do contágio pelo novo coronavírus;
  • Promover a organização das filas na entrada e na saída, de forma a respeitar o limite mínimo de distanciamento;
  • Realizar a venda de ingressos exclusivamente on-line;
  • Restringir o número de participantes, limitado a ocupação máxima de 50% da capacidade do local;
  • Higienizar os móveis, equipamentos e objetos antes e após o evento;
  • Distribuir, preferencialmente, materiais digitais e, quando houver entregas individuais de kits promocionais (inclusive materiais gráficos) e brindes, estes devem estar devidamente embalados e higienizados.

Tags

Deixe o seu comentário