Homem que atropelou casal no Lago Sul tinha CNH suspensa pela Lei Seca

0

Motorista arrastou uma jovem por cerca de 4 km na madrugada de domingo (16/8)

Caio EricsonIGO ESTRELA/METRÓPOLES
Caio Ericson Ferraz Pontes de Mello, 32 anos (foto em destaque), estava com a carteira de habilitação suspensa e, com isso, impedido pelo Código de Trânsito Brasileiro de dirigir. Ele teve a CNH invalidada por embriaguez ao volante. A decisão foi publicada no Diário Oficial do DF em 2009.

comissionado do Senado Federal atropelou um casal e arrastou uma jovem por cerca de quatro quilômetros na madrugada de domingo (16/8), no Lago Sul.

Mello já foi alvo de outros processos envolvendo infrações de trânsito, principalmente por Lei Seca e trafegar em velocidade superior à permitida nas vias do Distrito Federal. Na publicação feita no DODF, em 20 de março de 2009, consta que Caio teve o direito de dirigir suspenso por um ano com base no artigo 165 do CTB, que consiste em “dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência”.

A reportagem apurou que há dois processos de alcoolemia em nome dele. Uma infração ocorreu em setembro de 2008, às 2h15 da madrugada. Em 2010, ele voltou a ser flagrado alcoolizado 1h10 da madrugada. A carteira estava com bloqueio no sistema do Detran, o que significa que, se o motorista tivesse ficado no local do acidente ele poderia ter sido preso em flagrante.

Deixe o seu comentário