Ceilândia celebra 46 anos com desfile cívico e apresentações musicais

0

Ceilândia celebra 46 anos com desfile cívico e apresentações musicais.

Rollemberg participou das festividades neste sábado (25) e inaugurou o estacionamento da feira central. Programação de aniversário continua até o fim do dia

MARYNA LACERDA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

A população de Ceilândia deu início à comemoração dos 46 anos da região neste sábado (25) com um desfile cívico, que contou com a presença do governador de Brasilia, Rodrigo Rollemberg. Uma manifestação isolada não atrapalhou o evento, amplamente apoiado pelos moradores.

O governador Rodrigo Rollemberg participou das comemorações dos 46 anos de Ceilândia, que começaram com um desfile cívico. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Participaram do desfile estudantes das escolas públicas da região e crianças do Corpo de Bombeiros Mirim e da Guarda Mirim da Polícia Militar. A festa teve também a apresentação de escolas de samba e do cantor Denilson Bhastos, ceilandense que disputou o programa The Voice em 2016.

Outro evento na manhã de hoje foi a cerimônia de corte do bolo de aniversário, com 46 metros. Grupos de sanfoneiros locais tocaram Asa Branca, clássico do nordestino Luiz Gonzaga, e Parabéns pra Você.

“Ceilândia tem muito o que comemorar. É uma cidade com, cada vez mais, qualidade de vida e está recebendo investimentos importantes.

Participaram do corte do bolo o administrador de Ceilândia, Vilson José de Oliveira, a deputada distrital LUZIA DE PAULA (PSB), a ex-governadora do DF, Maria de Lourdes Abadia, e o governador Rodrigo Rollemberg. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

As comemorações continuaram com uma homenagem aos produtores rurais e a grupos de cavalgada na área comum da Escola Classe 3, na QNM  3.

Sobre a interrupção do desfile por um grupo de professores que invadiu a via, Rollemberg disse que não chegou a atrapalhar o evento. “Essa é a manifestação de uma minoria que não respeita a democracia. Demonstra uma grande falta de educação. É lamentável porque a comunidade estava se apresentando de forma muito bonita.”

 

 

Deixe o seu comentário