Brasiliense Caio Bonfim ganha a única medalha do Brasil no Mundial de Atletismo.

0

Brasiliense Caio Bonfim ganha a única medalha do Brasil no Mundial de Atletismo
Neste domingo (13/8), Caio ganhou a medalha de bronze na prova de 20 quilômetros da marcha atlética

Maria Eduarda Cardim – Especial para o Correio

Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Caio Bonfim ficou em quarto lugar
A única medalha do Brasil no Mundial de Atletismo deste ano, em Londres, pertence a um brasiliense. Caio Bonfim, 26 anos, conquistou o bronze na prova de 20 quilômetros da marcha atlética. Com o tempo de 1h19m04, Caio estabeleceu um novo recorde brasileiro. O ouro ficou com o colombiano Eider Arévalo e a prata com o russo Sergey Shirobokov.

A prova foi difícil. O brasiliense saiu atrás e estava em 14º lugar na metade da prova. Para vencer, foi preciso uma prova de recuperação que garantiu ao Brasil a primeira e única medalha no Mundial de Londres e primeira na história da modalidade. Bonfim afirmou que no início chegou a pensar que não seria possível devido ao ritmo forte da prova.

“Fui crescendo. Competi contra mim mesmo. Quando vi que era quarto e vi que o terceiro colocado diminuiu. Pensei em passar e levar na raça. Foi aí que vi que podia ser medalhista”, comentou. Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, Caio foi o quarto lugar. Por uma diferença de cinco segundos para o terceiro colocado, o jovem não subiu no pódio.
Disputa feminina
No feminino, o Brasil foi representado pela pernambucana Erica Sena, que terminou em quarto lugar na marcha atlética de 20 quilômetros com o tempo de 1h26m59. Erica quebrou o recorde sul-americano que pertencia a própria atleta em 2016.

A brasileira se manteve no pelotão de frente desde a largada e comemorou o feito. “O objetivo era a medalha, claro, e fiquei muito perto. O outro objetivo era melhorar minha marca e consegui. Planejei tudo para chegar na minha melhor forma no Mundial”, comentou.

Com informações da Agência Estado

Deixe o seu comentário