Bolsonaro defende uso de remédios fora da bula: “Consagrado na medicina”

0

Presidente compartilhou post da Associação Médica Brasileira defendendo a autonomia desses profissionais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou uma postagem da Associação Médica Brasileira (AMB) sobre a defesa da autonomia do médico. Em conta oficial no Twitter, o mandatário destacou que o “uso off label (fora da bula) de medicamentos é consagrado na medicina, desde que haja clara concordância do paciente”.

A declaração de Bolsonaro é uma referência ao uso da hidroxicloroquina, defendida por ele desde o início da pandemia para tratar a Covid-19, mesmo sem comprovação da eficácia do medicamento.

No texto, a AMB esclarece que acompanha estudos e pesquisas sobre a utilização de fármacos para o tratamento ou prevenção da Covid-19 que estão em andamento no mundo todo. “A avaliação é de que, até o momento, não existem estudos seguros, robustos e definitivos sobre a questão”. E completa:”Limitações foram alertadas pelos próprios autores, mas solenemente ignoradas por aqueles que parecem torcer pelo coronavírus”.

A associação também fala em “uso político” da hidroxicloroquina. Segundo a entidade, quando a revista The Lancet, um dos mais importantes periódicos científicos do mundo, publicou resultados apontando que a droga não teria efeitos no combate à Covid-19, “algumas pessoas e entidades estavam comemorando”. Dias depois, autores do estudo pediram para “despublicar” a pesquisa.

Deixe o seu comentário