Áudio. Estelionatária tenta aplicar golpe em delegado da PCDF

0

Golpista afirma que delegado não tinha “margem para crédito” e precisaria pagar por um seguro para ter o valor de empréstimo liberado

 

homem de óculosKléber Lima/JBr
Com a certeza de ganhar dinheiro fácil aplicando golpes pelo telefone, uma estelionatária ligou para um delegado da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), nesta sexta-feira (19/2). O alvo da falsária foi Miguel Lucena, lotado na Coordenação de Repressão às Fraudes (Corf).

A golpista, que se identificou como analista financeira, entrou em contato após uma solicitação de empréstimo que nunca ocorreu. A mulher afirmou, por meio de áudios enviados pelo WhatsApp, que a suposta solicitação havia sido pré-aprovada. No entanto, a estelionatária cobra o depósito de um determinado valor para liberar o hipotético empréstimo.

Segundo a falsária, o pagamento poderia ser feito mediante transferência bancária. “Para que possamos concluir sua solicitação de empréstimo, o banco analisou seu histórico de crédito e informou que pode ocorrer um risco de crédito em sua operação financeira e informou que, para podemos concluir com sucesso, o banco solicita a contratação de um seguro”, alegou a golpista.

Ouça os áudios:

Juros baixos

De acordo com o delegado Miguel Lucena, que pretende apurar a tentativa de golpe, a mulher insistiu para que a quantia fosse logo paga. “Ofereceram-me um empréstimo a juros baixos, mediante a contratação de um seguro cujo valor teria de ser adiantado. É um golpe que vem sendo aplicado em todo o país. Muitas pessoas acabam caindo, já que os criminosos são convincentes”, alertou o delegado.

Ao pesquisar em sites de reclamações, o Metrópoles encontrou vítimas do mesmo grupo que entrou em contato com o delegado da PCDF. Um morador de São Paulo narrou que, em 2019, aceitou uma proposta e fez o pagamento do suposto seguro, porém o empréstimo jamais foi creditado na conta dele. “Depois de um tempo, eles não atendem mais as ligações e desaparecem”, contou.

Deixe o seu comentário