Após protestos, Corinthians passa sufoco, mas consegue vencer o Bahia

0

O Timão conseguiu a vitória por 3 x 2 com gols de Otero, Roni e Gil. Nino Paraíba e Saldanha diminuíram para o tricolor

 

CorinthiansALEXANDRE SCHNEIDER/GETTY IMAGES
Nesta quarta-feira (16/9), Corinthians e Bahia fizeram um jogo antecipado da 11ª rodada do Brasileirão, que será no próximo fim de semana (19 e 20/9). O Timão conseguiu a vitória por 3 x 2 com gols de Otero, Roni e Gil. Nino Paraíba e Saldanha fizeram os tentos do tricolor.

A soma desses três pontos fez o Corinthians respirar em meio à crise e subir quatro posição na tabela, ocupando agora a 11ª colocação, com 12 pontos. Já o Esquadrão de Aço comandado por Mano Menezes, bate na porta da zona de rebaixamento, em 16º, com nove.

O jogo

O Bahia foi responsável pelas primeiras ações ofensivas da partida, mas foi o Corinthians que abriu o placar aos 17 minutos. Em jogada ensaiada, Fagner cobrou o escanteio na entrada da área, onde Otero estava livre de marcação. O venezuelano chutou, Gilberto desviou de cabeça e tirou do alcance de Douglas.

Aos 23, o tricolor baiano chegou perto de igualar o marcador. Cássio defendeu chute de Élber, mas o rebote ficou nos pés de Gilberto. Ele dominou com espaço e finalizou no gol, sem goleiro, mas Gil e Danilo Avelar estavam em cima da linha, esperando a batida e o camisa 35 conseguiu salvar o Corinthians.

Do outro lado, no minuto 27, Araos perdeu grande chance. Otero cruzou na cabeça do meia, dentro da área, sem sequer pular ele cabeceou com força, mas para fora. Seis instantes depois, o estreante da noite, Roni (jogador da base do Corinthians) recebeu passe na entrada da área, dominou e chutou com força pro fundo das redes de Douglas.

Após dois minutos, Nino Paraíba diminuiu para o Bahia. O lateral ficou com a sobra depois da defesa corintiana afastar a bola de dentro da área e encheu o pé. O míssil não pegou em ninguém e morreu no canto esquerdo do gol de Cássio. O tricolor ainda teve duas chances no final, uma delas salva por uma boa defesa do arqueiro do Timão, mas o primeiro tempo terminou em 2 x 1.

2ª etapa

Quando o relógio marcava 15 minutos do segundo tempo, Fagner, de novo na cobrança de escanteio, colocou na medida para Gil chegar no alto, livre e ampliar a vantagem do Corinthias, 3 x 1.

O jogo seguiu com o Bahia superior na posse de bola e nas finalizações, mas só aos 43, eles conseguiram diminuir a diferença no marcador. Após o tiro de canto, Gregore desviou na primeira trave, Saldanha apareceu na frente do gol e só precisou escorar para fazer 3 x 2. E assim terminou o duelo na Neo Química Arena.

Deixe o seu comentário