Seminário coloca espiritualidade no centro do debate sobre crise hídrica.

0

por: Hellen Leite

O evento, organizado pelo líder espiritual Sri Prem Baba, discute a sustentabilidade sob o ponto de vista científico, filosófico e espiritual.

O cenário não poderia ser mais oportuno. Em meio à maior crise hídrica da história do Distrito Federal, pesquisadores, autoridades e representantes de movimentos da sociedade civil se reúnem, nesta quinta (11/1) e sexta-feira, para discutir a sustentabilidade e a conservação da água. Batizado de Águas pela Paz, o seminário é idealizado pelo líder espiritual e humanitário Sri Prem Baba, que defende que problemas ambientais e sociais são reflexos do “esquecimento do homem de sua própria natureza humana”.

Rodeado de autoridades políticas, civis e religiosas, o guru deu o tom do evento logo na abertura do seminário. Com voz tranquila e falando pausadamente, pediu um instante de silêncio à multidão que lotava o Museu Nacional. “Queremos encontrar soluções criativas e inteligentes para os grandes problemas que enfrentamos hoje em relação à água no mundo. E que nessas soluções possamos também incluir uma reflexão sobre os aspectos subjetivos da água”, disse Prem Baba.

Leia as últimas notícias do Distrito Federal

Saiba mais
Em novo livro, Sri Prem Baba defende amor como chave do autoconhecimento
Em novo livro, Sri Prem Baba defende amor como chave do autoconhecimento
Adasa garante que não vai faltar água no DF durante o 8º Fórum Mundial
Adasa garante que não vai faltar água no DF durante o 8º Fórum Mundial
Ceilândia recebe encontro do Fórum Alternativo Mundial da Água no sábado
Ceilândia recebe encontro do Fórum Alternativo Mundial da Água no sábado
O líder espiritual, de 54 anos, falou sobre como é necessário que a sociedade amplie a percepção sobre o uso dos recursos hídricos. “A água não é somente um produto, não pode ser tratado como commodity, que pode ser comercializado. Temos que nos lembrar que a água é a causa da vida neste planeta.”

Ao lado do líder espiritual, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, reconheceu a dimensão da crise hídrica no DF. “Esse é o tema mais importante da humanidade neste momento, há muitos anos vínhamos recebendo o alerta de cientistas e estudiosos, que estávamos caminhando para uma situação extremamente crítica. E esse momento chegou”, reconheceu o governador.

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

8º Fórum Mundial da Água

Um documento produzido durante o seminário, a Carta Águas pela Paz, será remetido como contribuição ao 8º Fórum Mundial da Água e ao Fórum Alternativo Mundial da Água. Esses dois eventos ocorrem em Brasília, em março deste ano.

Essa será a primeira vez que o fórum será sediado no Hemisfério Sul. O tema da oitava edição, Compartilhando Água, será debatido por representantes de governos, da sociedade civil, de empresas públicas e privadas e de organizações não governamentais de diversos países. A organização espera receber mais de 60 chefes de Estado em Brasília, além de especialistas internacionais.

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário