PM aponta arma para agente da Civil no Hospital Regional de Ceilândia

0

A confusão teria começado quando as duas corporações foram acionadas para atender uma ocorrência na unidade de saúde
WG Walder Galvão
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
Um policial militar é acusado de ameaçar com uma arma um agente da Polícia Civil. O caso ocorreu, na madrugada desta quarta-feira (7/8), no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), quando as duas corporações foram acionadas para conter uma paciente que desacatou uma médica. A discussão entre os policiais teria sido motivada porque ambos queriam conduzir a ocorrência.

Segundo boletim de ocorrência registrado na 15ª DP (Ceilândia), um policial militar teria impedido que os agentes da Polícia Civil levassem a suspeita à delegacia. Eles teriam informado que fariam o trabalho, no entanto, foram contrariados pelo PM. Nesse momento, um militar teria se irritado e sacado a arma.

O policial ainda teria recarregado e apontado a arma para os agentes, porém, foi contido por um colega de corporação. Em seguida, os militares entraram na patrulha com a suspeita e seguiram para a delegacia.

Continua depois da publicidade

Por meio de nota, a PM informou que “os valores da corporação são pautados na legalidade, na moralidade e na estrita obediência ao ordenamento jurídico”. Além disso, o texto ressalta que o caso está sobre análise da Corregedoria da PM. “Todos os fatos serão apurados com o intuito de que as responsabilidades sejam atribuídas aos agentes envolvidos”, destaca.

O Correio entrou em contato com a Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom/PCDF), que informou que a ocorrência não estava disponível.

Tags #pmdf

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário